Culpa de Jeff Abbott 
Título Original: Blame
ISBN: 978-972-0-03118-1
Edição ou reimpressão: 09-2018
Editor: Porto Editora, S.A.
Páginas: 392
Género: Policial e Thriller
Compre
Wook
Bertrand
Goodreads: 3,87✮ (Aqui)

Sinopse

Há dois anos, Jane Norton esteve envolvida num acidente de automóvel que vitimou o seu amigo David e a deixou com amnésia. Ao início, todos são compreensivos em relação ao sucedido, mas o aparecimento de um bilhete de suicídio assinado por Jane no local do acidente gera a desconfiança, o ressentimento e o afastamento de todos aqueles que os conheciam.

Para além de continuar a enfrentar a suspeita e a hostilidade da cidade onde vive, o aniversário do acidente traz novos problemas: a campa de David é vandalizada e Jane começa a receber mensagens anónimas através das redes sociais. Alguém com um nome falso diz saber o que verdadeiramente aconteceu na noite fatídica de que ela não se lembra. Jane, desesperada por obter respostas a todas as questões que a atormentam, lança-se numa investigação frenética que pode, mais uma vez, colocá-la perante um destino mortífero.

Com uma escrita ágil, viciante e atual, Jeff Abbott reafirma o seu talento como um dos mestres mundiais do suspense, construindo um thriller cujo enredo original, as surpresas constantes e, acima de tudo, a profundidade psicológica das personagens são marcas de um romance negro de primeira ordem.

A Minha Opinião

O livro conta a história de Jane, uma jovem que esteve envolvida num acidente de viação com o seu grande amigo e vizinho David. Ele faleceu e ela ficou em coma durante 4 dias, acordando com amnésia, acabando por nunca lembrar os últimos 3 anos. 

Entretanto passam 2 anos desde do acidente, e Jane vive no quarto de um amigo, afastou-se de todos, isto porque acham que ela é maluca, mentirosa e uma assassina, pois foi encontrado um bilhete de suicídio no local do crime. A vida da Jane está virada do avesso, mesmo que ela nem saiba o que tenha sido no passado, mas resolve descobrir e começa a desenterrar um caso muito cabeludo.

Além disto, pessoas envolvidas no acidente, como paramédicos e amigos começam a ser atacados por alguém que afirma saber tudo o que se passou. 

Admito que no inicio a história me estava a maçar um bocado, porque parecia que não desenrolava, mas quando começam realmente as investigações, algumas descobertas a vir ao de cima, o livro fica muito interessante, e alcança um ritmo que nos faz querer mais e mais, com mil e uma perguntas na cabeça sobre o que aconteceu realmente. 

Por mais que eu tivesse suspeitas quanto a algumas personagens, eu não cheguei nem perto do que realmente aconteceu naquela noite, muito pelo contrário eu estava a anos luz da realidade. Apenas consegui perceber pessoas que estavam a ser menos verdadeiras com a Jane.

Quanto às personagens, a que mais me irritou foi a mãe do David, a Perri, mas é injusto eu dizer isto porque não sei o que é perder um filho. Ela basicamente culpa a Jane e a mãe por tudo e por nada, que ela devia ter morrido em vez do filho, e tem tanto ódio que a impede de ver a realidade.

Em suma, aconselho este livro para os amantes de thrillers, vão adorar, porque o autor enrola-nos nas teias das próprias personagens, fazendo com que soframos com elas tudo o que se está a passar, e que tal como a Jane, duvidemos de tudo e de todos.

Classificação

Rating: 4 out of 5.

Leitura com o Apoio

Edições pelo Mundo fora

Gosto muito de todas as capas, mas a segunda e terceira para mim são muito boas, tal como a portuguesa que me surpreendeu bastante!

P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.

Please follow and like us:

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial