Como Estrelas Cadentes de Sveva Casati Modignani 
Título Original: Come stelle cadenti
ISBN: 978-972-0-03127-3
Edição ou reimpressão: 08-2018
Editor: Porto Editora
Páginas: 496
Género: Romance
Compre
Wook
Bertrand
Goodreads: 3,62✰ (aqui)

Sinopse

Durante a sua longa vida, Rosa precisou de usar astúcia e coragem, caiu e levantou-se de novo, atravessou de cabeça erguida cansaços e derrotas, atingiu metas importantes, escrevendo o destino com as suas mãos.

Em volta desta inesquecível personagem feminina gira a história aventurosa e atormentada de uma riquíssima família de Milão, cujos episódios se entrelaçam num cenário internacional ao longo de um século.

A sombra de um incesto, a criação de um grande império industrial, as cores impiedosas da guerra, o mundo cintilante da moda, a languidez da sensualidade e os segredos inconfessáveis dos poderosos são os elementos deste romance violento e romântico que fascina e envolve profundamente o leitor.

Sobre a Autora

Sveva Casati Modignani é um dos nomes mais reconhecidos da narrativa contemporânea italiana: os seus romances estão traduzidos em vinte países e venderam mais de 11 milhões de exemplares. A autora vive desde sempre em Milão, na casa onde nasceu e que pertencia à sua avó.

No catálogo da Porto Editora figuram já os seus seguintes romances: Feminino Singular, Baunilha e Chocolate, O Jogo da Verdade, Desesperadamente Giulia, O Esplendor da Vida, A Siciliana, Mister Gregory, A Viela da Duquesa, Um Dia Naquele Inverno, O Barão, A Família Sogliano, 6 de Abril’96, A Vinha do Anjo, Como Vento Selvagem, O Regresso da Primavera e Lição de Tango. A sua obra autobiográfica, O Diabo e a Gemada também já se encontra publicada no catálogo da Porto Editora.

A Minha Opinião

Antes de mais quero agradecer à Porto Editora por gentilmente me ter cedido um exemplar para eu dar aqui opinião no blogue, e pedir desculpas por ter demorado tanto tempo a lê-lo. 

O livro divide-se entre o passado, que começa em 1906, e o presente (1982), onde seguimos a história de Rosa, que atualmente é a matriarca da família Leziria, conhecida por estar ligada à construção de aviões. Alternando entre o passado e o presente, conhecemos a infância de Rosa, de como a religião estava presente na família, e de como cresceu e na América construiu fortuna muito graças à forma como conseguiu convencer as pessoas.

Já no presente acompanhamos a vida a sua família, que é tudo menos normal. A sua relação com o único filho vivo é terrível e os seus netos têm alguns problemas que não são fáceis de resolver, e que só fazem com que se afaste mais do filho.

Foi a minha estreia com a autora, e pelo que me disseram não comecei com o melhor livro. A verdade é que eu, ao contrário de grande parte das pessoas de quem li e vi opiniões sobre livro, gostei mais do presente, do que o passado de Rosa. Temos de ter em conta que este livro é de 1985, e que a sociedade era efetivamente diferente da que temos agora, e por isso há temas que hoje já são mais aceites, mas que naquela altura não o eram, como por exemplo a homossexualidade. Contudo senti que a forma como foi tratada podia ter sido melhor, e senti que, tanto a este caso como noutros, faltava uma melhor explicação para os acontecimentos.

Quanto às personagens, apesar de admirar a Rosa pelo que conseguiu construir, não senti muita empatia por ela, muito por ser, em parte, falsa e manipuladora, mas também tirando a neta, Glória, as personagens são muito frias e calculistas, mais a pensar em vingança ou em ganhar do que outra coisa.

No passado, temos o tema da Segunda Guerra Mundial, com a venda de aviões da empresa de Rosa para os alemães e para os Italianos, em mostra que aquilo que se sabia sobre o que realmente estava a acontecer era muito pouco, e que naquele caso era mais o capitalismo a falar que outra coisa, porque a guerra lhes estava a dar dinheiro. Foi a parte do passado que mais gostei, talvez por ser a mais dramática em certos pontos e também onde existe realmente romance. 

Já no presente, temos incesto, homossexualidade e vingança, e foi por isso que realmente gostei mais desta parte.

Em suma, pelo que dizem não é o melhor livro da autora, eu testarei isso em breve, mas acho que para quem gosta de sagas familiares, mentiras e segredos, vai gostar do livro, porque além de ser a história de Rosa, esta é também a história da família Leziria.

Classificação

Rating: 3.5 out of 5.

Outras Edições Pelo Mundo Fora

Leitura com o Apoio

Opinião de Outros livros da Autora

Nota: Ao clicar nesta imagem será dirigido para as diversas opiniões de outros livros da autora. Estará sempre atualizado, fazendo com que possa haver mais livros do que os que aparecem na imagem.

P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.

Please follow and like us:

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial