A Medida do Homem de Marco Malvaldi 
Título Original: La misura dell’uomo
ISBN: 9789896657956
Edição ou reimpressão: 06-2019
Editor: Suma de Letras
Páginas: 272
Género: Mistério, Histórico
Compre
Wook
Bertrand
Goodreads: 3,42✯ (aqui)
Book Trailer

Sinopse

Outubro de 1493. Florença continua de luto pela morte de Lorenzo, o Magnífico. Os navios de Colombo só recentemente chegaram ao Novo Mundo. Enquanto isso, Milão experimenta um renascimento sob a liderança de Ludovico, o Mouro. Aqueles que vagueiam pelos pátios do Castelo de Milão ou ao longo dos canais Navigli encontram, frequentemente, um estranho homem, vestido com uma longa túnica rosa. Tem uma expressão calma, como alguém que está perdido nos seus próprios pensamentos.

O homem, cujo nome é LEONARDO DA VINCI, vive por cima da sua oficina, com a mãe e um rapaz travesso que adora; não come carne, escreve da direita para a esquerda e luta para que os seus empregadores lhe paguem um salário. A sua fama estende se para além dos Alpes, até à corte francesa de Carlos VIII, cujos enviados receberam uma missão secreta que diz respeito ao próprio Leonardo. Há quem diga que o inventor italiano mantém os seus desenhos mais ousados incluindo talvez o projeto de um cavaleiro mecânico invencível num caderno que traz escondido sob as vestes, perto do coração.

Quando um homem é encontrado morto no pátio do castelo, o Mouro pede ajuda a Da Vinci. Embora o cadáver não mostre sinais de violência, a morte é altamente suspeita: rumores de uma praga ou explicações supersticiosas precisam ser refutados rapidamente.

Leonardo não está em posição de recusar o pedido do seu mestre para investigar.

Sobre o Autor

Marco Malvaldi nasceu e mora em Pisa, onde se doutorou em Química pela Universidade Normale. Os seus livros anteriores incluem a série BarLume — com Massimo the Barman e os quatro detetives idosos —, que é também uma série de televisão. Escritor reconhecido e querido, os seus romances policiais valeram-lhe o Prémio Isola d’Elba e o Prémio Castiglioncello.

A Minha Opinião

Este livro foi uma surpresa!

Este livro tem várias dimensões, ou melhor, muita coisa a acontecer, e muitas personagens. No centro de tudo temos o messer Leonardo Da Vinci, um génio, nas mais diversas áreas, com um currículo que deixa muito desejoso do seu trabalho quem o conhece e que vive em Milão. 

Um dos acontecimentos é o de Carlos VIII, Rei de França que quer invadir Itália e tomar Nápoles, mas para isso tem que passar por Milão, e Ludovico, senhor de Milão, faz intenção de o deixar passar sem problemas, que o espanta tanto os franceses como os italianos. Os franceses aproveitam-se da simpatia dele e vão a Milão para lhe pedir dinheiro emprestado, mas também para roubar o caderno que Leonardo trás sempre consigo que acreditam que tem os seus planos para fazer dinheiro. Como se não bastasse ter os emplastros franceses no castelo, Ludovico dá-se de caras também com um corpo aparece no pátio do castelo, todos pensam ser a peste, principalmente o astrólogo, mas chamam Leonardo para fazer, o que hoje se chama, autópsia, e este afirma que ele foi morto, e perguntam-se, porquê? onde? Como? E porque raio ele veio parar ao palácio?

Porque é que este livro me surpreendeu?

Primeiro, não é o primeiro livro que eu leio que se passa nesta época em Itália, e até reconheci alguns nomes, mas toda a questão do mistério, e ver como os franceses tentam sacar o caderno ao Da Vinci, dá outra emoção ao livro e dá-nos mais vontade de ler. 

Segundo, a forma como é contada a história. Foi talvez o que mais me surpreendeu, porque é mesmo como se estivéssemos sentados a ouvir alguém contar a história do amigo lá se casa, onde dá opiniões e nos ajuda a perceber a diferença de tempo. É isso mesmo que o autor faz, ele conta a história dando uma espécie de opinião sobre as personagens e as suas ações, e em certas atitudes até faz paralelismos com a nossa época, e muitas dessas vezes dirige-se a nós, os leitores. Toda esta proximidade com a história faz com que muito mais facilmente nos envolvamos em todo o enredo e também cria mais empatia com as personagens, o que só melhora a leitura. 

O que é que eu não gostei, ou melhor gostei menos…

Demorou muito tempo até acontecer alguma coisa de relevante na história, e admito que isso me enervou um bocadinho, porque queria mais ação a acontecer, e todo o enredo muito parado. 

Outra coisa, tem a ver com a edição, a letra podia ser maior, principalmente devido ao facto de haver muita coisa escrita em itálico, além disso, o tipo de letra usada fez-me alguma confusão no inicio, porque não é a habitual nos livros, mas foi algo que me fui habituando ao longo da leitura

Em suma, foi um livro que me surpreendeu, principalmente pela forma como toda a história foi abordada, e que me cativou, como eu à partida não pensei que conseguisse fazer. Recomendo para quem gosta de livros históricos, de certeza que vai mergulhar no mundo do fantástico Leonardo Da Vinci. 

Classificação

Rating: 4 out of 5.

Capas Pelo Mundo Fora

Leitura com Apoio

P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial