Ainda me lembro de quando andava na primária, e neste dia havia na sede do concelho atividades para todas as escolas, jogos, insufláveis e muita animação. E bem, é sobre o dia da criança que vos venho falar hoje. 

Apesar de ser o dia internacional da criança, a verdade é que nem todos os países comemoram no mesmo dia. A sua maioria faz-o realmente no dia 1 de junho, mas por exemplo o Brasil comemora a 12 de outubro, e a ONU considera 20 de novembro como o Dia Mundial da Criança, por ser a data em que foi aprovada a Declaração Universal dos Direitos da Criança em 1959 e a Convenção dos Direitos da Criança em 1989.

Basicamente este dia foi criado em 1950, alguns anos depois do fim da II Guerra Mundial, para sensibilizar a comunidade internacional sobre os problemas que atingiam tantas crianças no mundo. Deste modo a  Federação Democrática Internacional das Mulheres e a ONU quiseram defender as crianças dessa destruição, em termos sociais e humanitários. 

Todavia ainda hoje estão muitos princípios da Declaração Universal dos Direitos da Criança, por exemplo a Unicef revelou que há 30 milhões de crianças em extrema dificuldade, e não se estão a referir a países pobres, mas sim aos dito de primeiro mundo. 

E porque é desde pequenino que se torce o pepino, os hábitos de leitura vêm desde tenra idade. Ao longo dos anos fomos assistindo a uma mudança nos livros infantis. Cada vez mais as crianças têm à disposição uma panóplia de livros, dos mais diversos temas. Deve, de certeza, haver um livro sobre qualquer coisa que uma criança goste, por isso não aceito quando dizem que “ele não gosta de livros”. Se calhar só não lhe deram o livro adequado. Tal como nós, adultos, não gostamos de livros sobre tudo, as crianças também não. A essência está na vontade de encontrar o livro perfeito que vá despertar a criança para a leitura.

Trago-vos por isso algumas pequenas opiniões sobre livros infantis recentes, nem todos me cativaram, mas todos passam uma boa mensagem e é isso que interessa. Desde mini biografias, a recontos dos clássicos, em português e inglês, trago algumas opções para quem quer oferecer um livro a uma criança, e não apenas hoje, um dia especial, mas todos os dias.

Comecemos por um retelling da famosa história dos três porquinhos, mas neste caso temos golfinhos com um corno, que não conheço bem a tradução para português, mas é parecido com os unicórnios, mas com golfinhos.

Talvez seja só eu a ser ligeiramente maldosa, mas não acho que este livro acrescente alguma coisa, pelo menos para mim, contudo eu não sou o target para este género. Todavia para uma criança que adora animais marinhos, como tubarões e golfinhos, de certeza que vai gostar, e divertir-se mais do que o clássico com os porcos.

Não é em inglês, mas é uma excelente forma de por as crianças em contacto com o idioma desde cedo.

Compre no Bookdepository

Agora um livro nacional que deixa qualquer adulto com uma lágrima no canto do olho. Mostra o olhar de uma criança sobre o mundo que o rodeia, mais precisamente sobre o alzheimer. Mostra um rapazinho a tentar fazer o avô lembrar-se das coisas que ele tanto lhe contava de quando era novo, porque o avô tem uma borracha na cabeça.

Foi uma agradável surpresa, e que recomendo bastante para crianças, acho que pode ser uma forma interessante de abordar o assunto.

Compre na Wook e na Bertrand


Mais um livro em inglês que sinceramente recomendo bastante, muito pela mensagem que ele passa às crianças. 

Bunny é uma coelhinha de quem todos fogem no recreio menos Kitty, que não percebe o que Bunny pode ter feito de tão mau para que todos tenham medo dela. Até um elefante que pode esmagar a coelha com uma pata foge, e então a Bunny anda sempre sozinha. 

A mensagem que passa é que não é por fazeres uma coisa mal uma vez na vida que tens de ser sacrificado para sempre, e que todos merecem uma segunda oportunidade. 

Compre no Bookdepository


Por fim uma coleção de livros que podem ser encontrados em também em português. De uma forma leve a autora apresenta-nos as histórias de várias personalidades dos mais variados meios, desde pequeninos até à atualidade, no caso dos que estão ainda entre nós. 

Mesmo com as histórias mais difíceis, é tudo apresentado de uma forma adequada para as crianças, e também passando sempre a mensagem de que é possível alcançar-mos os nossos sonhos.

Eu já li alguns 

Compre no Bookdepository  Wook  Bertrand




Qual o vosso livro infantil favorito?

Contem tudo nos comentários e até ao próximo post

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial