O tempo nos teus olhos

de José Rodrigues

ISBN: 978-989-766-185-3

Edição ou reimpressão: 12-2018

Editor: Coolbooks

Páginas: 344

Género: Romance

Compre:

Wook

Bertrand

Goodreads: 4,60✯ (aqui)

Sinopse 

O coração é maior que a perda, porque a vida é maior que a dor, e a saudade e a felicidade não têm limites, nem tabelas, nem distâncias…

Uns dias antes de comemorar as bodas de ouro, a tragédia bate à porta de Manuel, com a morte da mulher da sua vida. As filhas, Helena e Luísa, há muito longe de casa, insistem que o futuro do pai passe pelo lar de idosos da vila mais próxima.

Na casa de Manuel, sucedem-se as reuniões familiares e as desavenças que o martirizam. Entre elas, valem as visitas carinhosas do filho mais novo e da neta, cúmplices da sua autonomia e capacidade de decisão, bem como a presença constante de Nicolau, o gato, companheiro fiel e atento ouvinte dos longos desabafos do septuagenário.

A solidão crescente e o agravamento de alguns problemas de saúde fazem com que Manuel ceda, mas apenas temporariamente, às pretensões das filhas.

Surpreendentemente, aquilo que seria o fim transforma-se no início de uma grande etapa na sua vida, entre novos sentimentos, novas pessoas e novos lugares. Na sua jornada de redescoberta da felicidade, Manuel muda completamente a vida de todos os que o rodeiam…



Sobre o Autor

Com formação superior na área da Gestão e carreira como consultor empresarial e formador. É sócio fundador da Visar, onde desenvolve toda a sua atividade profissional, em especial na área dos seguros.

A família e os amigos, o karaté e o futebol veterano complementam o enorme gosto pela escrita.

A Minha Opinião

Uma surpresa. 



Ouvi maravilhas sobre este livro, na verdade sobre todos os do autor, tem cotações fantásticas no goodreads, e quando o autor me contactou, no inicio deste ano para ler o seu livro não podia ter ficado mais entusiasmada e agradecida por se ter lembrado de mim.

O Tempo nos teus olhos conta-nos a história de Manuel, um senhor idoso que fica viúvo e a solidão começa a consumi-lo. O filho está imigrado na Suiça e as filhas querem colocá-lo num lar, e além disso incomodam-se com o facto de ele não fazer as devidas partilhas do património. Só a sua única neta se preocupa com ele, Joana, é fotocopia da falecida avô e tem um carinho gigante pelo avô.

Teimoso como tudo, Manuel, recusa-se a ir para o lar, pelo menos enquanto não quer ir, para ele só faz sentido mudar-se para a sua nova morada quando tiver desejo para tal, e assim faz, e começa a grande aventura de Manuel e de Nicolau, o seu gato.

É um livro que nos leva apela às memórias com os nossos avós, que nos leva a até ao interior de um país envelhecido, à forma como a velhice é encarada por todos. A incapacidade de estarem sozinhos, a não terem capacidade de pensar pelas próprias cabeças, e se em alguns casos isso realmente acontece, neste não é o caso, Manuel sabe bem o que quer. Não está inválido, apesar das dores nos joelhos, apenas se sente só.

É também uma história que revolta em parte. O facto das filhas serem tão materialistas, e de se importarem com o dinheiro que o pai gasta com a sua vida, resumindo durante toda a história o problema delas é o dinheiro, ele ainda não ter dividido o património, e num momento gastar demasiado dinheiro que pode ser necessário para elas, enfim é demasiado revoltante ver estas atitudes, e saber também que isto acontece na vida real.

Quanto à escrita do autor, é fluída, lê-se muito bem, só a achei demasiado requintada em alguns diálogos, tendo em conta que por exemplo o Manuel é um homem do campo, com pouca escolaridade, e a forma como todos se tratam, achei demasiado formal, acho que apesar de haver ainda essa distância, acredito que em meios mais pequenos e menos abastados já não seja tão evidente.

Gostei bastante das referências a locais que o autor faz, como à Mealhada, onde as filhas vivem, e a Mira, uma praia onde eles viram o mar, algo que para as pessoas do interior era especial. Foi interessante ouvir falar destes locais porque os conheço bem, visto é que onde praticamente vivo.

Em suma, é um livro que revela a realidade de um povo mais idoso, que nos faz viajar e rever em alguns momentos, e também nos aperta o coração.

Classificação


Leitura com Apoio do

P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.


Please follow and like us:

4 Comments

  1. Tenho este livro ao tempo para ler, agora depois desta opinião já passou para os tops dos próximos a serem lidos, parece mesmo o meu tipo de livro! 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial