Hoje a conversa será com uma autora do norte do país, fã de romances e foi por aí mesmo que se tornou conhecida do público com o seu romance erótico Sou Tua, falo-vos de da Alexandra Cruz.

Olá Alexandra, e desde já agradeço por me conceder esta entrevista. 
Qual foi a sua última leitura? 

A promessa de Gabriel.

Como começou o seu gosto pela escrita? 

Desde que li os livros do Crepúsculo. Comecei por escrever fanfics e publica-las em sites. Depois comecei por escrever livros.

Sou tua é o seu mais recente livro, como lhe surgiu a ideia para esta história? 

Lembro-me de estar a ver uma novela e um casal estavam a discutir. O casamento deles foi feito numa farsa, mas ambos amavam-se. Depois tive a ideia de fazer um livro sobre um casal que se amavam muito, mas estavam chateados um com o outro por algum motivo. E a traição pareceu ser-me um bom motivo!

Teve alguma razão em especial para que o ponto de partida seja uma relação em que houve traição? 

Não. Nunca passei por uma traição amorosa. Simplesmente pensei que este tema fosse um bom ponto de partida para, também, prender o leitor!

Qual tem sido, na sua opinião, o feedback do público face à obra? Foi de encontro ao esperado? 

As reações têm sido fantásticas! As pessoas adoram o livro e até agora não tive ninguém que me dissesse que odiou o livro. Graças a Deus! Na verdade, quando publiquei o livro sempre sonhei que se vendesse, mas nunca pensei que fosse vender como estou a vender! Sempre desejei que todas as pessoas gostassem e é o que está a acontecer.

“Muitos acham que sexo é um escândalo, mas na verdade é o que atrai todas as pessoas! E acho que a dosagem certa é o essencial para se escrever um bom livro.”

Escreveu um livro de literatura erótica, que por si só já tem alguns preconceitos associados. Acha que pode ser uma desvantagem, ou algo que retraia os leitores em relação ao livro, sem sequer darem uma oportunidade? 

Penso que não. Toda a gente tem o direito de não gostar de literatura erótica, mas acho que devem dar uma oportunidade. E não podemos fazer do sexo ou literatura erótica um tabu. As coisas têm de ser faladas. Tudo em moderação!

Nos EUA é um tema muito explorado na literatura contemporânea, mas em Portugal são poucos

os autores deste género. As razões já as mencionamos acima, mas qual poderá ser o caminho para atenuar destas discrepâncias? 

Eu penso que os portugueses tem o potencial para escrever qualquer tipo de livro e muitos acham que géneros eróticos não são o caminho. Temos de saber escolher o público-alvo e dar-lhes a conhecer as nossas obras. Muitos acham que sexo é um escândalo, mas na verdade é o que atrai todas as pessoas! E acho que a dosagem certa é o essencial para se escrever um bom livro.

Apesar de ter editado através de uma editora, a Chiado não se inclui numa editora tradicional. Qual considera ter sido o maior desafio em todo o processo de lançamento do livro? 

Desde o momento que entreguei a obra à editora até ter sido impresso e publicado, o processo foi simples e fácil. O maior entrave é de facto após termos publicado em que não temos muito apoio por parte da editora. O meu livro de momento só se encontra à venda em livrarias online, mas se tivesse em papelarias, supermercados, etc, seria muito mais fácil. Nem todos procuram livros na Internet para ler.

Que conselho dá a quem pretende editar um livro? 

Negociar, negociar e negociar! Não aceitar menos do que aquilo que espera! Há muitas editoras que não me responderam ao meu pedido para publicação do meu livro. E existem editoras que preferem publicar livros estrangeiros e nenhum português. Mas quando estiverem a falar de euros, têm de negociar!

Como convenceria alguém a ler o seu livro se tivesse oportunidade? 

Se quiserem ter a oportunidade de poder rir, chorar e apaixonar-se, tudo num só livro, do que estão há espera? Prometo que não se vão arrepender! 

Qual o autor (nacional ou internacional) que considera uma referência para si? 

Gosto muito da E.L. James e da Sylvia Day. Mas gostava de poder ter uma escritora portuguesa como referência também e a oportunidade pode estar em vocês!

E por fim, tem planos para obras futuras a curto prazo? 

Para já, quero publicar a continuação do Sou Tua, que está a ser escrito de momento! Tenho uma data em mente, mas não quero divulgá-la já! É segredo!

Obrigada por esta entrevista!!

Onde podem conhecer mais sobre a Alexandra

Instagram

Já conheciam a Alexandra? 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial