A experiência com os queques da Cristina Ferreira foi tão boa, que eu tinha de repetir, só que desta vez com esperança que corresse melhor, mas ficou por aí mesmo, pela esperança. 

Sobre toda a experiência…

Mais uma vez retirei esta receita de um livro, este intitulado de As Voluptuosas Receitas de Miss Dahl. Só o nome era interessante, e digamos que a sinopse prometia. Dividido entre as quatro estações do ano, a autora traz-nos receitas de comida italiana, na sua maioria, e de conforto, mas também com algumas inovações. 

Eu esfolhei, neste caso foi em ebook, as páginas à procura de uma receita que me cativasse. Costumo procurar pelas sobremesas, mas essas eram escassas, e quando passei por uma massa com molho de tomate, não resisti. Porque não? Não tinha ingredientes que eu não gostasse, à exceção das anchovas, mas na realidade eu nem sequer as tinha provado, e o nome prometia, é apelidada de massa das prostitutas, era no mínimo interessante. 

Quanto às anchovas não era um peixe que tivesse ouvido falar muito por aqui, conhecia-o e sabia que se trata de um peixe por causa dos Sims, um jogo de simulação para computador, onde se simula a vida real, incluindo cozinhar, e atividades ao ar livre, incluindo a pesca e este era o peixe mais barato do jogo. No mundo real não é assim, ou pelo menos aqui no nosso país. 

Primeiro para encontrar um frasco minúsculo foi uma trabalheira, porque corri o corredor dos enlatados e nada. Depois de olhar 20 vezes, e de procurar no site do continente e ver como era a embalagem, e sim, os meus olhos focaram no raio das anchovas. E se era barato nos Sims, aqui nem por isso. 

No fim do post dou-vos a receita, mas as anchovas são esmagadas, a autora sugere um almofariz, conhecido por ser para esmagar especiarias, digamos que o nosso peixinho fica em papa. Depois o cheiro, bem dou a nota de que as anchovas têm um cheiro e consequente um sabor muito intenso.

Já podem adivinhar o resultado final, pois bem não correu assim tão bem como a imagem dava a parecer, e o sabor, nem falemos do sabor, tudo sabia às anchovas, até as azeitonas. O sabor é tão intenso, que para quem tenha um estomago mais sensível talvez não recomende. Ou seja, para quem gosta deste peixe, é um prato que recomendo, porque o único problema é mesmo o sabor dele, para quem nunca experimentou, experimentem, também não vale a pena ficar na ignorância, mas sintam-se informados de que o sabor é bastante intenso. 

Sobre o Livro

As Voluptuosas Receitas de Miss Dahl apresentam uma centena das minhas receitas preferidas, para cada estação do ano, enfeitadas com uma colherada de desventuras e viagens que as inspiraram. Desde os guisados estivais com aroma de limão, às tartes estaladiças, saladas e sopas para os dias luminosos, sobremesas copiosas completadas com os bolos da cozinha da minha avó Gee-Gee — alimentos complacentes, mas equilibrados que comemoram a simples alegria de comer.

Onde Comprar

Wook

Bertrand

Goodreads: 3,87✯ (aqui)

A Receita – A Pasta Puttaneca 

Ingredientes

200g de pene (massa de canudos)

Azeite

Para o molho
 3 colheres de sopa de azeite

1 dente de alho, descascado e picado

1/2 malagueta fresca, sem sementes cortada

Uma lata de 400g de tomate cortado escorrido

4 filetes de anchova

1/2 colher de chá de açúcar amarelo (opcional)

150g de azeitonas prestas, sem caroço

2 colheres grandes de sopa de salsa picada

Preparação

Primeiro faça o molho aromático. Num tacho aqueça 2 colheres de sopa de azeite e deite o alho e a malagueta. Não deixe queimar o alho, de contrário ficará amargo. Acrescente o tomate e leve a lume brando. Num almofariz, desfaça as anchovas com o resto do azeite até transformar numa pasta. Junte o molho e mantenha em lume brando durante cerca de 20 minutos. Pode então acrescentar meia colher de chá de açúcar amarelo; prove e veja se está bom. 

Coza a massa conforme o indicado na embalagem, até que fique al dente. Acrescente as azeitonas ao molho e sirva com uma mão-cheia de salda picada. 

Classificação Livro

Classificação da Receita

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial