A Dama e o Monstro

(The Bareknuckle Bastards #2)

de Sarah MacLean 

ISBN: 9789896688820

Edição: 08-2020

Editor: TopSeller

Páginas: 384

Coleção: The Bareknuckle Bastards

Género: Romance, Romance de Época

Onde Comprar

Wook

Bertrand

Goodreads: 4,10✯ (aqui)

Sinopse

A Dama tem um plano…

No seu vigésimo nono aniversário, Lady Henrietta Sedley, mais conhecida por Hattie, quer herdar os negócios do pai, construir fortuna própria e viver uma vida em que não dependa de ninguém. Tudo está a correr de acordo com o plano, até que Hattie encontra, amarrado na sua carruagem, o homem mais bonito que já viu…

E o Monstro, uma proposta.

Quando Whit, rei de Covent Garden, conhecido por todo o mundo como Beast, acorda aos pés de Hattie, fica curioso acerca da estranha mulher que o liberta — sobretudo quando percebe que ela procura uma noite de prazer. Beast terá todo o gosto em oferecer-lhe tudo o que ela deseja, por um preço, claro está.

O que resulta numa paixão inesperada.

De um momento para o outro, Hattie e Whit tornam-se rivais nos negócios e no prazer. Ela não irá abrir mão dos seus planos, ele não abdicará do seu poder. Mas nenhum deles percebe que, se não tiverem cuidado, terão de desistir de tudo… até dos seus corações.

A Minha Opinião

Tinha eu ouvido
falar maravilhas desta autora, e confesso que não fiquei muito surpreendida
quando me estreei com ela. Não quer dizer que não tenha gostado, mas não
delirei com o livro nem nada que se pareça, foi apenas uma boa leitura. Por
isso com esse sentimento lancei-me a este livro, o seguinte na série.

Aqui temo outro os
irmãos Bastardos, um que fala pouco, mas que é implacável. Whit acorda amarrado
numa carruagem em que ao seu lado tem uma bela senhora, acredita que ela está
por detrás de tudo o que está a acontecer de mal ao seu negócio e quando é
atirado para fora da carruagem, promete encontrá-la. Essa senhora é nem mais
nem menos de Hattie, uma jovem de classe média, que devido aos feitos do pai tem
um título, contudo este não é passado de geração em geração. Hattie não é apetecível,
mas também não o quer ser, apenas quer ter a oportunidade de gerir o negócio da
família, mas ninguém lhe dá crédito por ser uma mulher, e quando vê Whit na sua
carruagem ela vê a sua primeira oportunidade de provar o que vale.

Ora bem, este é um
livro de girl power, vemos a forma como as mulheres eram tratadas, a
forma como lhes era vedada algumas possibilidades apenas por serem mulheres.
Hattie sente isso na pele, ela é muito melhor que o irmão, mas é mulher, e segundo
o pai, num porto os homens nunca lhe obedeceram.

Já Whit apesar de a
querer proteger, a verdade é que reconhece nela o potencial, mas muitas vezes
tem dificuldade em demonstrar isso, daí a relação deles ser tão conturbada.

Sinceramente
gostei mais deste do que do anterior, mas mesmo assim ainda não chegou às 5
estrelas. Gostei das personagens, principalmente da Hattie, e li-o numa tarde
de praia, mas ainda assim não sinto que me tenha arrebatado.

Lê-se muito bem, é
uma escrita acessível e sem dúvida que é um livro que recomendo para quem gosta
de romances de época, porque é deste género de histórias que se procura neste
género literário. Por um a fofice e por outro a emancipação da mulher.

Classificação

Edições Pelo Mundo Fora


Opinião de Outros livros da Autora

Nota: Ao clicar nesta imagem será dirigido para as diversas opiniões de outros livros da autora. Estará sempre atualizado, fazendo com que possa haver mais livros do que os que aparecem na imagem.


P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial