A primeira vez que ouvi falar deste livro foi no bookstagram, e envolto numa polémica por uma leitora achar que era um livro que punha em causa o valor das mulheres, relações abusivas, e sem dúvida que fiquei curiosa com A Menina dos Doces do Pedro Cipriano.

Esta foi uma leitura conjunta com a @aestantedelivros8 e a @soberanadanoite, duas meninas no instagram.

A história é contada em dois tempos, no tempo atual, pela Mariana, uma jovem do interior do país que vai estudar gestão para Aveiro, e que fica numa velha casa de um tio materno. A casa está desabitada há muitos anos, e durante a longa limpeza que tem que fazer à casa, Mariana descobre umas cartas escritas por uma prima que ela nem sequer sabia que tinha existido. É aí que entra o segundo tempo da história, passado nos anos 90 contado pela Liliana, a prima, através das cartas encontradas pela Mariana.

Começando pela Liliana, fiquei logo feliz por ver uma personagem com o meu nome, é complicado de encontrar, mas foi também a parte mais interessante e na minha opinião a mais bem conseguida. Está muito bem estruturada e com uma linha de tempo bem construída, é conciso e não dispersa muito no tempo. Contudo é uma história mais forte, que aborda as amizades na adolescência, e como as mesmas podem ser tóxicas, e de como os adolescentes só querem ser aceites.

Depois temos a história da Mariana, uma jovem adulta a entrar na universidade, com uma vida nova, com muitas mais coisas a acontecer. Temos a casa nova, cidade nova, amigos novos, praxe, namorado, muita coisa a acontecer e o autor acabou por se perder no fio condutor da história. Ou seja, a Mariana tem que lidar com o mistério da prima, e com a sua vida normal, e nem sempre esta dualidade é bem conseguida ao longo do livro.

Depois toda a relação nova da Mariana com o namorado pareceu-me irreal, e não percebi onde a rapariga, que vos falei logo no início, diz que havia relações abusivas, sinceramente não senti isso, senti apenas o desinteresse e constantes reações que são meras chamadas de atenção de ambas as partes. E a forma como começa é bastante estranha, e a própria forma da Mariana falar. Em suma, foi uma leitura que se acabou por arrastar ligeiramente, em que houve pontos positivos e negativos, mas em que gostei dos temas abordados, e da importância para os jovens da presença de quem goste realmente deles. Se se cruzarem alguma vez com este livro, dêem-lhe uma oportunidade.

Classificação

Rating: 3 out of 5.

Leitura com Apoio

velha lenda

Sobre o Livro

A Menina dos Doces de Pedro Cipriano 
ISBN: 9789895472031
Edição: 11-2020
Editor: Edições Velha Lenda
Páginas: 312
Género: Romance
Onde Comprar
Wook
Bertrand
Goodreads: 3,54✯ (aqui)

Sinopse

Mariana, uma jovem curiosa que acaba de entrar na Universidade de Aveiro. Uma moradia pertencente ao tio que mal conhece. Uma caixinha de madeira envernizada num quarto cor-de-rosa que esteve fechado durante mais de quinze anos. É assim que Mariana descobre as cartas deixadas pela sua falecida prima, Liliana. A família nega a existência da prima e recorre a mentiras e abusos de autoridade para a fazer largar o assunto. Contudo, Mariana vai conhecendo a prima através dos escritos que ela deixou, descobrindo que têm mais em comum que o aspecto físico. No entanto, desenterrar este segredo familiar tem um preço. Estará Mariana pronta para enfrentar as consequências?

P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial