Este livro foi, arrisco-me a dizer, um dos mais falados nos bookstagram em 2021, desde que saiu. O Matt Haig já era conhecido, mas de um género literário diferente (ou talvez não) ligado à autoajuda, para mim A Biblioteca da Meia-Noite é um híbrido entre a autoajuda e a ficção.  

A personagem principal do livro é a Nora, uma jovem que nem sempre teve uma vida fácil. Perdeu o pai cedo, e abdicou de muito para cuidar da mãe, doente de cancro, que também já faleceu. A sua melhor amiga está na Austrália, o irmão não lhe fala, acabou o noivado, foi despedida, e até o seu vizinho idoso já não precisa da ajuda dela.  

Tudo parece demais para ela, e depois do seu gato morrer ela decide que está na hora dela também ir. Só que acaba na biblioteca da meia-noite, onde está a sua vida, e todas as possibilidades de a mudar. O que teria acontecido se tivesse tomado uma decisão em vez de outra? Ali Nora tem a oportunidade de descobrir. 

Foi uma leitura conjunta em que confesso que ia com zero expectativas em relação ao livro, por norma quando têm muito hype, eu fico logo de pé atrás… e neste caso nem sabia de que trata o livro, porque nem a sinopse tinha lido.  

Mas foi uma ótima surpresa. Deixa-nos a pensar, e se tivéssemos tomado outra opção ao longo da nossa vida? O que teria acontecido? Estaríamos melhor ou pior do que estamos? A Nora apesar de reticente procura a vida perfeita, mas há sempre algo que a não gosta, porque na verdade não há vidas perfeitas.  

Estive num batizado no feriado e uma das pessoas da mesa, que eu não conhecia de lado algum, disse, “O nosso lugar é onde estamos agora, porque é onde devemos estar”, ri-me na altura, mas é verdade, todas as escolhas têm consequências, mas não são mais que produto daquilo que escolhemos, e às vezes só temos que esperar e trabalhar para mudar e não ficar constantemente à espera de que façam o trabalho por nós.  

Este livro fez-me pensar e é algo que eu sempre gostei. A Nora tem um bocadinho de todos nós, quem não queria voltar ao passado e mudar uma decisão? Por mais que me digam, não queria, foram as decisões que tomei que me tornaram quem eu sou. Verdade, mas isso não faz com que não queiramos mudar uma única coisa no nosso passado.  

Este livro lembra-me o conto do Charles Dickens “Um Cântico de Natal”, adaptado centenas de vezes para tudo o que é desenhos animados. Na essência, ambos mostram que devemos dar valor ao que temos, para que o nosso futuro seja melhor.  

E depois de tanta palavra, o que vos tenho a dizer é que leiam este livro, que mergulhem nesta história. Vale a pena, faz-nos refletir, mas acima de tudo valorizar o que temos e trabalhar para termos o nosso futuro de sonho. 

Classificação

Rating: 4 out of 5.

Sobre o Livro

A Biblioteca da Meia-Noite da Matt Haig

A Biblioteca da Meia-Noite do Matt Haig
ISBN:
 9789895645183
Edição: 05-2021
Editor: TopSeller
Páginas: 336
Género: Romance
Onde Comprar
Wook
Bertrand
Goodreads: 4,10✯ (aqui)

Sinopse

Se pudesse escolher a melhor vida para viver, o que farias?

No limiar entre a vida e a morte, depois de uma vida cheia de desgostos e carregada de remorsos, Nora Seed dá por si numa biblioteca onde o relógio marca sempre a meia-noite e as estantes estão repletas de livros que se estendem até perder de vista. Cada um desses livros oferece-lhe a hipótese de experimentar uma outra vida, de fazer novas escolhas, de corrigir erros, de perceber o que teria acontecido se tivesse escolhido um caminho diferente. As possibilidades são infinitas e vários horizontes se abrem à sua frente.

Mas será que algum desses caminhos lhe proporciona uma vida mais perfeita do que aquela que conheceu? Na altura da escolha final, Nora terá de olhar para dentro de si mesma e decidir o que de facto lhe preenche a vida e o que faz com que valha a pena vivê-la.

A Biblioteca da Meia-Noite transformou-se num bestseller a nível internacional, com um milhão de livros vendidos em todo o mundo.

P.S: Este post contém links de afiliados. Para saber mais sobre clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial